sábado, 22 de agosto de 2015

Matéria da semana- CORNOS MANSO GOSTA DE PROVAS





Esta matéria foi retirada do blog




Revista do corno manso





Blog gostoso que fala e ensina coisa de corno


visitem




www.revistadocorno.blogspot.com.br











Não estamos falando de provas que 
inocentam ou atribuem culpas, muito 
menos daquelas de julgamento moral 
ou de infidelidade. Vamos falar das provas que alimentam 
o espírito Corno Manso ou Cuckold.






Já falamos neste blog que 
Corno Manso sente prazer 
e tesão no prazer de 
sua amada. Saber que 
a amada gozou, aflorou sua 
sexualidade é a busca de todo 
Corno Manso.

Provas é uma das formas de que se materializa o chifre. É através das provas que se materializa a 
cornitude, é através delas que se alimenta o sentimento do “eu sou Corno Manso”.

A falta de provas pode caracterizar traição (ação sexual não consentida entre o casal), exclusão (prazer na ausência do outro), pode caracterizar desprezo (falta de sentimentos entre o casal) e desta forma 
passa o indivíduo companheiro ser dispensável na relação.

Provas são absorvidas pelo Corno Manso de duas formas. A primeira é através de sua 

participação in lócus, onde o Corno Manso se farta dos cinco sentidos (visão, audição, tato, olfato e paladar). 
A segunda são os vestígios (mancha de porra na roupa ou pelo corpo, camisinhas, lingerie especiais usadas etc).

Paladar
Ofato
Visão










Tato
Audição











Nem todo Corno Manso aprecia que a amada transe sem sua participação, mas quando 
existe a fantasia de que a mulher saia sozinha com 
o comedor ou que saia sozinha para bares, bailes 
e outras possibilidades que possa surgir uma transa fora de casa, o Corno Manso sofre uma descarga 
muito forte de adrenalina em busca dessas provas.

O cuckold ou Corno Manso é um fetiche e como qualquer outro, ele precisa se materializar, há de se ter provas para ter o sentimento de que realmente aquilo aconteceu.

     

Vestígios são formas de comprovação de que o chifre foi consumado



Outra questão que intriga muito as mulheres é o por que os Corno Manso dão tanto valor para o tamanho 

do pau dos comedores. Maioria dos Corno Manso buscam comedores bem dotados para transar com suas 
mulheres.

Pois bem, nada tem haver com bissexualismo, mais de 90% dos 
Corno Manso não são bissexuais e muito menos aceitam trocar toques com os comedores. 

Existem dois bons motivos para tal escolha.  Não há como o Corno Manso saber se a sua amada sentirá prazer na pica de um comedor. Por isso, e na dúvida, é melhor que o comedor tenha um pênis grande e principalmente grosso. Sabemos que pênis grande e grosso não é garantia de prazer, mas é fato que pau pequeno deixa a desejar. 

2º Bom motivo, é a prova propriamente dita! Uma mulher bem comida e que teve prazer na relação fica com a musculatura relaxada, que somada à penetração de um pau grande (se for grosso melhor) deixará 

sua amada toda abertinha ou no português claro “arrombada”.
Uma buceta arrombadinha e um cú arrombadinho é a prova do ato sexual consumado.com prazer.

Corno Manso sentem extremo prazer com mulheres arrombadas.
Na cabeça do Corno Manso, mulher arrombadinha é sinônimo de que a mulher deu, relaxou, gostou, 

gozou e se entregou e em casos de analise, imagina o manso, tratar-se de uma mulher dadeira (que já deu muito), 
que conhece muitos paus, rodada... E  se é assim, é a mulher ideal para um Corno Manso.




Vamos aproveitar o item acima e desmistificar
o que as mulheres pensam sobre 

“estar arrombada”. 


Ao contrário do que as mulheres pensam, 

uma mulher arrombadinha é muito gostosa, é macia, 
o pênis desliza com carinho dando uma sensação 
muito prazerosa a quem está penetrando. 

Porém, a condição de “orifícios largos” 

não é 
uma questão de se tornar, ou seja, não 
se torna ou não se fica larga, a realidade é que trata-se 
de uma questão fisiológica. Sim, uma questão fisiológica 
porque não depende da quantidade de relação sexual 
e sim se a mulher tem físico, biótipo para ter 
uma abertura maior. Independente de 
quanto ela transe e do tamanho dos pênis 
que já tenha conhecido. 

Uma mulher de orifícios pequenos, terá estes sempre pequenos, se os lábios vaginais forem pequenos,

 eles serão sempre pequenos, se ela ao manter relação sexual “fecha rápido” assim sempre será. 
Com o passar dos anos, ao atingir a maturidade o que pode acontecer é que os tecidos da vagina e do anus tornem-se mais flácidos, demorando um pouco mais para voltar ao normal ou voltando menos.




Um Corno Manso sempre estará em busca da mulher de abertura avantajada

Caso não tenha a sorte de se casar com uma mulher assim e ao contrário, casar-se com uma mulher de estrutura (vaginal e anal) pequena, o Corno Manso vai precisar de mais atenção, mais carinho por parte da amada, pois só vai se satisfazer potencializando as outras formas de provas que citamos nesta matéria.





Chegamos à conclusão que o sentido do verbo provar, aqui empregado, tem um sentido diferente aos ouvidos do Corno Manso. Não deseja o chifrudo que sua amada comprove algo suspeito. Ele está em busca de algo que lhe traga uma satisfação pessoal e isso só é possível através de Vestígios : 

Paladar: lamber uma bucetinha usada, um cuzinho usado, beijar uma boca (quente) que chupou pau etc
Olfato: Cheiro de sexo no ar, de esperma na mulher, alito cheirando a pênis etc
Tato: ter uma mulher bem comida, arrombadinha para ele cuidar, dar carinho, dar banho etc
Audição: No momento do ato sexual o chamando de Corno (Corno Manso, chifrudo, pegador de resto...), elogiando a piroca do comedor, revelando as sensações que se passam pelo corpo da amada etc. 
Na volta para casa contar com riqueza de detalhes.
Visão: que no início da transa revela o quanto sua amada gostou do macho, no meio da transa revelando 
detalhes e muitas trocas de olhares com o manso e principalmente no final quando o resultado comprovar a 
satisfação da sua amada no rosto, corpo e partes mais intimas.
Restos de uma boa trepada: Calcinha suja, camisinha na bolsa, cabelos com porra, 

lábios vaginal corado, flácidos por ter sido exigido a pouco, anus com sinais de que foi penetrado, presentinho novo 
(dado pelo macho).. entre muitas outras possibilidades que tornam-se provas.  

Uma mulher arrombada, bem comida é motivo de orgulho para o corno manso

Algumas mulheres precisam entender melhor os prazeres de um Corno Manso. 

Deixar de lado preconceitos, "amarras" de criação e mitos que as impedem de retribuir carinhos que tocam 
os sentidos que já falamos na matéria (visão, audição, tato, ofato e paladar) e enchem o Corno Manso 
de tesão e orgulho.

Como uma aula de reforço vamos "rasgar o verbo"

Sim nós gostamos de mulher
Safada, piranha, caçadora, putinha...



mulher de comportamento tradicional não falta "por aí".



Gostamos de vê-las
se mostrando , provocando


Sentimos mais prazer quando a mulher está...
Arrombada, larga, bem comida
ficar assim não é para quem quer. É para quem pode!



















Amamos quando a mulher dá para um pauzudo...




Rola
Grande
Grossa 
(do tipo que a mão da mulher nem fecha)






ao gemer a mulher nos leva a loucura ao êxtase... é lindo ver a mulher "apanhar" de uma pica


















Comedores 
são para ...

» Foder   » Trepar   » 

Meter   » Usar

Amor deixa 
que o Corno Manso faz com você!






Queremos ver a mulher como fêmea na cio

Sinta prazer sem sentir vergonha














Somos Corno Mansos

Entregamos vocês aos comedores 
é para vocês sentirem prazer não sintam medo de revelar


8 comentários:

  1. Muito bom!
    Parabens pelo blog!
    Virei fã!!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom!
    Parabens pelo blog!
    Virei fã!!

    ResponderExcluir
  3. COMO É BOM SER CORNO MANSO

    ResponderExcluir
  4. Minha esposa já tinha um caso com seu comedor havia dois anos e ele já a comia lá em casa naturalmente.Inclusive no nosso guarda roupas tinha uma parte prá ele.
    Um dia minha esposa fez um desafio se eu seria capaz de aguentar a rola dele todinha no cu e eu topei.Superado o desafio,o macho passou a comer nós dois e entre quatro paredes somos inteiramente submissos a ele,que sabe conduzir com muita autoridade e respeito essa relação que já se estabelece a quase seis anos e ninguém da nossa familia ou do nosso círculo de amizades sequer desconfia.O próximo passo será ele engravidar minha esposinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. COMPARTILHO COM VOCE CORNO BORGES TAMBÉM SOU CORNO E VIADO NOSSO AMANTE COME EU E MINHA ESPOSA

      Excluir
  5. Adoraria comer..los tbm Lailto.augusto@hotmail.com

    ResponderExcluir
  6. Olá amigos, sou o Paulo: negro, 37 anos, bem dotado na grossura, experiente com casais e discreto.
    Busco aventuras com casais experientes e também posso ajudar com os iniciantes. Sou bem liberal, e adoro realizar fantasias do casal.
    Sou de São Paulo capital.
    Contato: paulobraz78@outlook.com

    ResponderExcluir