sexta-feira, 18 de novembro de 2022

𝐎 𝐠𝐮𝐚𝐫𝐝𝐚 𝐫𝐨𝐮𝐩𝐚𝐬 𝐝𝐞 𝐮𝐦𝐚 𝐇𝐨𝐭𝐰𝐢𝐟𝐞 - Brazilcore

 

Brazilcore: saiba mais sobre a tendência que viralizou


Brazilcore é uma tendência de moda que tem bombado no TikTok e consiste em usar as cores da bandeira do Brasil para montar looks. Entenda.

Hoje em dia não precisa de muito para um estilo virar tendência de moda rapidamente. O Brazilcore é um desses exemplos. Se trata de uma estética fashion que destaca as cores da bandeira do Brasil, principalmente o verde e amarelo, bem como camisas da seleção brasileira. 

Não se sabe exatamente a raiz da popularização da tendência justamente agora. Um dos motivos é que estamos em ano de Copa do Mundo, então, naturalmente nessas épocas é comum resgatar o interesse por looks mais patriotas. Outro fator que pode estar por trás dessa febre agora é o TikTok, já que recentemente surgiu uma trend de influenciadores internacionais fazendo looks com as cores da bandeira do Brasil, dando ainda mais força para a tendência.

O que é o brazilcore?


Como dito anteriormente, o Brazilcore é uma tendência fashion baseada nas cores e estética brasileira. Para ser mais específico, vamos ao termo em si. Então, segundo o dicionário, a palavra “core” pode ser definida como “essência”. Portanto, a essência do Brasil em cores, estilos e modo de viver. O jeitinho brasileiro em roupas e acessórios, basicamente. 

Essa tendência é uma forma de mostrar o que a cultura brasileira tem de melhor: sua criatividade. Desse modo, os looks que tem bombado nessa trend usam e abusam de roupas em verde e amarelo, bem como acessórios. Além disso, camisetas de futebol também estão em alta, muito disso devido a proximidade com o maior evento de futebol do mundo, esporte esse que o Brasil é referência.


Características da tendência



Basicamente combinar as cores da bandeira no look. Além do tradicional verde e amarelo, o azul também ganha destaque dentro do Brazilcore. 

O chinelo também vem com tudo para complementar os looks dessa tendência, bem como shorts e chapéus. 

Acessórios bem comuns no dia a dia dos brasileiros, especialmente os que vivem em regiões de costa.

Então, se você quer entrar na tendência, traga as cores da bandeira para o seu guarda-roupa e não tenha medo de misturar as cores. Quanto mais vivo o look mais Brazilcore. 


Origem do Brazilcore



Não se sabe exatamente onde começou essa tendência agora, mas o que trouxe força ao Brazilcore foi na rede social TikTok, por influenciadores de moda internacionais. Esses produtores de conteúdos começaram a criar trends fazendo looks com cores das bandeiras de países distintos, e a do Brasil foi uma das que fez mais sucesso e ganhou muita força nos últimos tempos. 

Contudo, antes de se popularizar como Brazilcore essa tendência já existia a muito tempo e é bem comum no Brasil.

 O Brazilcore raiz nasceu nas periferias brasileiras, onde o uso casual de camisas de times, chinelo e roupas com as cores do Brasil sempre foi uma coisa natural.

No entanto, até então, quando estava centrada principalmente nesse lugar, não era visto como algo bonito e digno de virar tendência, muito pelo contrário. Aliás, esse é um dos fatores bem polêmicos do Brazilcore.


Polêmicas que envolvem o Brazilcore



Apesar de parecer uma simples tendência de moda, o Brazilcore já chega causando muita polêmica. A primeira tem a ver com o padrão estético das influenciadoras que começaram a viralizar com essa trend. De modo geral, até agora o que se viu foi mulheres ricas, na grande maioria brancas e sempre magras, e quase nenhuma delas brasileiras ou com alguma ligação direta com o país. 

Contudo, a maior problematização vem devido a essa estética ser comum no Brasil há anos e muito popular em áreas periféricas e até então nunca tinha se tornando algo a ser reproduzido em massa. Aliás, por muito tempo o que hoje é chamado de Brazilcore foi alvo de críticas e rejeição da classe alta como algo feio e pobre.

Inspirações

Enfim, para terminar, confira algumas inspirações de looks Brazilcore para arrasar:















































Fonte https://areademulher.r7.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário